Posts tagged ‘jovens’

10 Razões pelas quais as Igrejas devem investir o Ministério de Jovens

1- Hormônios + energéticos + Jesus = rápida propagação do evangelho;

2. Os adolescentes podem levar o evangelho muito além do que podem os adultos (cada um tem no mínimo 100 ou mais amigos on line e com quem convivem diariamente!);

3. Jovens líderes tendem a ser subestimada e sub-financiado, são candidatos perfeitos para serem usados por Deus;

4. Os adolescentes podem espalhar o evangelho mais que os adultos (eles já construíram pontes relacionais com os perdidos!);

5. Mensagens de texto tornam os dedos adolescente ágeis para encontrar os versículos em sua Bíblia rapidamente enquanto evangelizam;

6. Jesus fez (há evidências bíblicas fortes de que a maioria dos discípulos eram adolescentes!);

7. Há 67.342 campos de mini-missão na América, que nós chamamos de escolas secundárias e escolas de ensino médio;

8. Jovens líderes são sonhadores irrealistas que querem fazer a diferença e podem, se deixá-los!;

9. Adolescentes não são a igreja de amanhã, mas são os transformadores potenciais da igreja de hoje;

10. Deus tem usado os adolescentes a conquistar vitórias (David), salvar as nações (Ester) e pode usá-los para acender reavivamentos!

 

Por Greg Stier

Tradução OGalileO

Anúncios

fevereiro 21, 2011 at 1:44 am Deixe um comentário

Cresce o Número de Falsas Conversões entre Jovens Cristãos

Se você é pai ou mãe de um adolescente cristão, Kenda Creasy Dean faz um alerta: seu filho está seguindo uma forma mutante de cristianismo e você pode ser o responsável.

Dean afirma que cada vez mais adolescentes estão adotando o que ela chama de “deísmo moralista-terapêutico”. Tradução: uma fé enfraquecida que mostra Deus como um “terapeuta divino”, cujo principal objetivo é aumentar a auto-estima das pessoas.

Dean é pastora, professora do Seminário Teológico de Princeton e autora de Almost Christian, [Quase cristão]. Seu livro argumenta que muitos pais e pastores estão propagando inconscientemente essa forma egoísta de cristianismo. Ela afirma que essa fé “impostora” é uma razão pela qual os adolescentes abandonam asigrejas.

“Se este é o Deus que eles estão vendo na igreja, então estão certos em querer nos abandonar”, diz Dean. “As igrejas não dão motivos suficientes para eles se sentirem motivados.”

Características comuns dos jovens apaixonados pelo que fazem

Dean tirou suas conclusões no que ela chama de um dos verões mais deprimentes de sua vida. Ela entrevistou adolescentes sobre sua fé depois de ajudar a realizar uma pesquisa para o controverso “Estudo Nacional da Juventude e Religião”.

Este estudo, que incluiu entrevistas feitas em profundidade com pelo menos 3.300 adolescentes americanos entre 13 e 17 anos, concluiu que a maioria dos adolescentes que afirmavam ser cristãos eram indiferentes sobre sua fé e não se envolviam com ela.

O estudo incluiu cristãos de todas as classes – desde católicos até evangélicos, de denominações conservadoras e também das mais liberais. Os números finais indicam que embora 3 em cada 4 adolescentes americanos (75%) se declarem cristãos, menos da metade pratica sua fé, apenas metade a considera importante e a maioria não consegue falar de maneira coerente sobre suas crenças.

Muitos adolescentes pensam que Deus quer apenas que eles se sintam bem e que façam o bem – algo que os pesquisadores chamaram de “deísmo moralista-terapêutico”.

Alguns críticos disseram à pastora Kenda Dean que a maioria dos adolescentes não consegue falar coerentemente sobre qualquer assunto profundo, mas ela argumenta que existem estudos em abundância mostrando que isso não é verdade.

“Eles têm muito a dizer. Eles podem falar sobre dinheiro, sexo e suas relações familiares com detalhes. A maioria das pessoas que trabalha com adolescentes sabe que eles não são naturalmente desarticulados”, afirma Dean.

Em Almost Christian, Dean fala com os adolescentes que são envolvidos com sua fé. A maioria vem de igrejas mórmons e evangélicas, que tendem a realizar um trabalho melhor no sentido de gerar nos adolescentes uma paixão pela religião.

A escritora disse que adolescentes cristãos comprometidos compartilham 4 características, não importando suas origens: eles têm uma experiência pessoal com Deus, um envolvimento profundo com uma comunidade espiritual, um senso de propósito e um senso de esperança quanto ao futuro.

“Existem incontáveis estudos que mostram que adolescentes religiosos têm melhores notas na escola, têm relações melhores com os pais e se envolvem menos em comportamentos de alto risco. Eles fazem um monte de coisas pelas quais os pais oram”, escreve ela.

Dean é uma pastora ordenada pela Igreja Metodista Unida e que diz que os pais são a influência mais importante na fé dos filhos. Por isso, coloca sobre os adultos a responsabilidade maior pela apatia religiosa dos adolescentes.

Alguns adultos não esperam muito dos pastores e líderes de jovens. Os pais simplesmente esperam que os pastores mantenham os jovens longe das drogas e do sexo antes do casamento. Outros ensinam um “evangelho legal”, no qual a fé consiste simplesmente em fazer o bem e não machucar os outros. Não se ouve sobre o chamado cristão para correr riscos, testemunhar e se sacrificar pelos outros, conclui Dean.

“Se os adolescentes carecem dessa articulação da fé, possivelmente é porque a fé que mostramos a eles é muito fraca para merecer mérito durante a conversa”, escreveu Dean, com a autoridade de quem é professora de Juventude e Cultura Eclesiástica no Seminário Teológico de Princeton.

Mais adolescentes podem estar se desviando do cristianismo convencional, mas seu desejo de ajudar os outros não diminuiu, afirma Barbara A. Lewis, autora de The Teen Guide to Global Action [Guia dos Adolescentes para Ação Global]. Ela diz que Dean está certa – muitos adolescentes estão adotando uma crença distorcida sobre quem é Deus.

No entanto, houve uma “explosão” no envolvimento dos jovens desde 1995, o que Lewis atribui a mais escolas enfatizando a necessidade de serviço comunitário. Adolescentes menos religiosos não são automaticamente menos compassivos, afirma.

“Vejo um aumento na paixão dos jovens para fazer deste mundo um lugar melhor. Muitos jovens estão buscando a solução dos problemas. Eles não estão esperando pelos adultos”, conclui Lewis.

O que os adolescentes dizem sobre seus colegas

Elizabeth Corrie encontra alguns desses adolescentes idealistas em todos os verões. Ela adotou o desafio central do livro de Lewis: incutir a paixão religiosa nos adolescentes.

Corrie, que já foi professora de religião do ensino médio, hoje dirige um programa chamado YTI – Youth Theological Initiative [Iniciativa Teológica da Juventude] da Universidade de Emory, na Geórgia.

O YTI funciona como um curso rápido de treinamento teológico para os adolescentes. Pelo menos 36 estudantes do ensino médio de todo o país reúnem-se para três semanas de formação cristã. Eles adoram a Deus juntos, visitam diferentes comunidades religiosas e participam de projetos comunitários.

Corrie diz que não há escassez de adolescentes que desejam ser inspirados e fazer deste um mundo melhor. Mas o cristianismo que alguns aprenderam não os inspira “a mudar alguma coisa que não está funcionando no mundo”.

“Adolescentes querem ser desafiados; eles querem que suas perguntas difíceis sejam levadas em consideração. Achamos que eles querem bolo, mas eles realmente desejam bife com batatas fritas, e nós continuamos a lhes dar bolo”, acredita Corrie.

Estudante de uma escola em Atlanta, David Wheaton diz que muitos de seus colegas não estão motivados com o cristianismo porque não conseguem ver o retorno disso. ”Se eles não conseguem ver benefícios imediatos, acabam se mantendo longe. Eles não querem fazer sacrifícios”, afirma.

Como pais radicais instigam a paixão religiosa em seus filhos

Não são apenas os pais, as igrejas também compartilham a culpa pela apatia religiosa dos adolescentes, afirma a professora Corrie.

Ela diz que os pastores muitas vezes pregam uma mensagem de segurança que pode atrair um número maior de fiéis. O resultado: mais pessoas bocejando nos bancos. ”Se a sua igreja não consegue sobreviver sem um certo número de membros comprometidos, você acaba não querendo pregar uma mensagem que possa irritar as pessoas. Todo mundo vai concordar se você apenas disser que devemos ser bons e que Deus recompensa os que são bons”, conclui Corrie.

Parafraseando a autora de Almost Christian, Corrie enfatiza que o evangelho da gentileza não consegue ensinar os adolescentes a enfrentar uma tragédia.

“Não consegue suportar o peso de questões mais profundas: Por que meus pais estão se divorciando? Por que meu melhor amigo cometeu suicídio? Por que, nesta economia, eu não consigo o emprego bom que me foi prometido se fosse um criança estudiosa?”

O que um pai pode fazer então? “Seja radical”, responde Dean.

Ela diz que os pais que fazem algum ato radical de fé na frente de seus filhos transmitem mais do que um grande número de sermões e viagens missionárias.

Um ato radical de fé poderia envolver algo simples como passar um verão na Bolívia trabalhando em um projeto de renovação agrícola ou recusar uma oferta de emprego mais lucrativa para ficar em uma igreja que está passando por lutas, aponta Dean.

Mas não é suficiente ser radical – os pais devem explicar que “esse é o modo como cristãos vivem”. ”Se você não disser que está fazendo isso por causa de sua fé, seus filhos dirão que os pais são realmente pessoas legais. Não se entende que a fé deveria fazer você viver de forma diferente, a menos que os pais ajudem os filhos a perceber isso”, diz Dean.

“Eles me ligaram quando eu estava sem opções”

Anne Havard, uma adolescente de Atlanta, pode ser considerada radical. Uma jovem cuja fé parece estar incendiada. Ela participou do programa da universidade Emory. Hoje, fica emocionada quando fala sobre a possibilidade de ensinar teologia futuramente e cita estudiosos de peso, como o teólogo Karl Barth.

Ela está tão entusiasmada com sua fé que, após ouvir uma questão, dispara uma resposta de 5 minutos antes de parar e rir: “Desculpe, já falei demais”.

Havard diz que sua fé tem sido alimentada pelo que Dean chama em Almost Christian “uma comunidade de fé relevante”.

Em 2006, o pai de Havard foi vítima de uma forma rara de câncer. Em seguida, perdeu uma das suas melhores amigas – uma jovem na flor da vida – também para o câncer. Foi aí que sua igreja e seu pastor entraram em cena. Segundo ela: ”eles me ligaram quando eu estava sem opções”.

Quando questionada sobre como sua fé se manteve após perder o pai e sua amiga, Havard não ficou procurando palavras como alguns dos adolescentes em Almost Christian.

Ela diz que Deus falou mais quando se sentiu sozinha – como Jesus deve ter se sentido na cruz. “Quando Jesus estava na cruz clamando: ‘Meu Deus, por que me abandonaste”?’ Jesus era parte de Deus”, diz ela. “Então, Deus sabe o que significa duvidar. Está tudo bem passar em uma tempestade, ter dúvidas, porque Deus também estava lá”.

Com informações CNN – Tradução: Pavanews

Vi no site O Galileo

fevereiro 17, 2011 at 1:58 pm Deixe um comentário

Feliz dia das Crianças…

Brincadeira de Criança como é bom como é bom Feliz dia das crianças…

Então, entrei em uma blogagem coletiva sobre o dia das crianças, e pra comemorar fizemos um terceiro episódio do podcasTCHÊ.

Esse foi um muito especial, pois tivemos a presença de dois convidados especiais o Ismael e o jeziel, nossos grandes amigos.

Nesse episódio falamos sobre nossa infância, coisas que fazíamos, assistíamos e brincávamos.

Foi uma conversa divertida e acredito que você vai se identificar com diversas coisas que nós fizemos, e talvez sirva para você refletir sobre como foi a sua infância e como você vai querer criar seus filhos…

Um abraço e divirta-se…

PodcasTCHÊ Episódio#3

As música que a gente indicou pra vocês escutarem são:

Cristiano – RED – Pieces

Ismael – MINISTÉRIO LIVRES PARA ADORAR – Vai valer a pena

Jeziel – AUDIOVOLTZ – Até o sol sorriu pra mim

Jonas – MINISTÉRIO LIVRES PARA ADORAR – Tempos melhores

Paulo – FELIPE VALADÃO (NOVA FACE) – Para sempre

A, e como nós prometemos no episódio… o vídeo do dia mundial da Paz no Afeganistão…

A e tem outra aqui também, essa é pra quem escutou o cast…

ISMA ROLLER

outubro 12, 2009 at 10:55 pm 1 comentário

Curti… Postei…

Salve salve…

Tchê, olhando as atualizações da galera no orkut vi um vídeo de um pessoal de Santa Bárbara, RS…

E então vo trazer pra vcs… porque CURTI… POSTEI…

OBS… O audio não tá lá excelente… mas dá pra ter uma idéia do som da galera…

ABRAÇO E FIQUEM COM DEUS…

setembro 5, 2009 at 3:15 pm 1 comentário

Cigarro!

Poizé gente, depois de MUUUITO tempo sem atualizar resolvi voltar….

Aí voltei com uma idéia q jah tive a algum tempo, resolvi voltar falando um pouco sobre saúde, e então vou falar do CIGARRO, famoso na boca de atores, atrizes, cantores, pop stars e talz…

Então tah, vamos falar do bixo véio!

O cigarro é um dos produtos de consumo mais vendidos no mundo.No mundo todo, três milhões de pessoas por ano -seis por minuto- morem por causa do fumo, segundo o livro Mortality From Smoking in Developed Countries 1950-2000, publicado em conjunto pelo Fundo Imperial de Pesquisas do Câncer, da Grã-Bretanha, pela OMS(Organização mundial de Saúde) e pela Sociedade Americana do Câncer. E o que vai dentro do cigarro? Até setecentos aditivos químicos talvez entrem nos ingredientes utilizados na fabricação de cigarros, mas a lei permite que os fabricantes guardem a lista em segredo. No entanto, constam entre os ingredientes metais pesados, pesticidas e inseticidas. Alguns são tão tóxicos que é ilegal despejá-los em aterros. Aquela atraente espiral de fumaça está repleta de umas 4.000 substâncias, entre as quais acetona, arsênico, butano, monóxido de carbono e cianido. Os pulmões dos fumantes e de quem está perto ficam expostos a pelo menos 43 substâncias comprovadamente cancerígenas.

Câncer de Pulmão:
87% das mortes por câncer de pulmão ocorrem entre os fumantes

Doenças Cardíacas:
os fumantes correm um risco de 70% maior de apresentar doenças cardíacas

Contusões em Atividades Físicas:
segundo um estudo do Exército dos Estados Unidos, os fumantes têm mais probabilidades de sofrer contusões em atividades físicas.

Outros perigos a acrescentar à lista:
câncer da boca, laringe, gargantas, esôfago, pâncreas, estômago, intestino delgado, bexiga, rins e colo do útero; derrame cerebral, ataque cardíaco, doenças pulmonares crônicas, distúrbios circulares, úlceras pépticas, diabetes, infertilidade, bebês abaixo do peso, osteoporose e infecções dos ouvidos. Pode-se acrescentar ainda o perigo de incêndios, já que o fumo é a principal causa de incêndios em residências, hotéis e hospitais.

fonte: http://www.areaseg.com/toxicos/fumo.html

Poize galera, e ae, ainda vaum continuar fumando? tem gente q vai ler e ainda por cima vai continuar… mas como diria Marcelo Adnet quando falava da cerveja (na próxima falaremos dela), “Isso é uma agressão contra seu próprio corpo, é como se você dissesse: – a minha vida não vale nada…

e magrão, t liga olha o q vc tah fazendo com tua saúde cara…

 Galera, que Deus abençoe vcs e espero q isso possa ter dado uma mexida em vcs… abração e inte a próxima

julho 29, 2008 at 2:55 pm Deixe um comentário

Simplesmente awesome!!

Bah galera , mal atualizei o blog (não deu nem 24hs), mas vi um vídeo q me impactou muito, eh simplesmente lindo, perfeito, muito legal mesmo… Fui atras da versão original do “quem sou eu?” q esta no último cd do PG – Eu sou livre (aliás um dos melhores cds q eu jah escutei, tah nos meus 10 mais), e me deparei com uma apresentação de um grupo de jovens d Oslo na Noruega… naum tinha visto algo taum belo assim… a Música eh “Who Am I – Casting Crowns”  vou postar a tradução q eh um pouco diferente da versão do PG, mas assistam e depois vcs leiam a tradução.

Deus abençoe vcs!!

Quem Sou Eu
Quem sou eu, que o Deus de toda a terra
Se importaria em saber meu nome
Se importaria em sentir a minha dor
Quem sou eu, que a Estrela da Manha
Escolheria iluminar o caminho
Para o meu confuso coração

Não por causa do que eu sou
Mas por causa do que Tu tens feito
Não por causa do que eu tenho feito
Mas por causa de quem Tu es

Eu sou uma flor morrendo rapidamente
Hoje aqui e morta amanha
Uma onda quebrada no mar
Vapor ao vento
Mesmo assim Tu me ouves quando eu chamo
Senhor, Tu me seguras quando eu caio
E Tu me dizes quem sou
Eu sou Teu, Eu sou Teu

Quem sou eu, que os olhos que vem meu pecado
Olharia para mim com amor e me ergueria novamente
Quem sou eu, que a voz que acalmou o mar
Me chamaria no meio da chuva
E acalma a tempestade em mim

Não por causa do que eu sou
Mas por causa do que Tu tens feito
Não por causa do que eu tenho feito
Mas por causa de quem Tu es

Eu sou uma flor morrendo rapidamente
Hoje aqui e morta amanha
Uma onda quebrada no mar
Vapor ao vento
Mesmo assim Tu me ouves quando eu chamo
Senhor, Tu me pega quando eu caio
E Tu me dizes quem sou
Eu sou Teu

Eu sou Teu
A quem temerei
A quem temerei
Porque eu sou Teu
Eu sou Teu

maio 17, 2008 at 3:30 pm 3 comentários


Põe teu e-mail ai cara, vou te mandar um e-mail de volta e sempre que eu escrever algo novo se vai ficar sabendo primeiro que os outros... hehehe

Junte-se a 9 outros seguidores

Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Feeds

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Visitas

  • 123,541 Abençoados que visitaram o blog

Meus updates no twitter

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: