Bullying "Evangélido"

fevereiro 18, 2010 at 2:37 pm 6 comentários

A algum tempo venho presenciado inúmeros casos de abuso espiritual (ou como apelidei, bullying evangélido) em minha igreja.

Mas o que é Bullying?

No site Wikpédia temos a seguinte definição de bullying:

“Bullying é um termo inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully ou “valentão”) ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender. Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying pela turma.”

Como a atual liderança pastoral adotou o M12 como modelo de trabalho para a igreja aqui em minha cidade, acredito que ficou muito mais fácil ocorrerem esses abusos.

Porque ficou mais fácil? Imagine só, uma igreja com 200 pessoas, sendo que dessas 200 pessoas, em torno de 50 são líderes e Timóteo em células (em torno de 25% da população da igreja).

Dentro desses 25% temos pessoas que nunca mandaram nem no cachorro em casa, e como Davi certa feita quando adulterou com Betseba e mandou que o marido dela fosse colocado em uma posição podemos dizer assim, não muito favorável a ele na guerra, levando-o a morte, diversas pessoas nesses 25% usam e literalmente abusam dessa “autoridade”, desse “eu faço por que eu posso”, para humilhar, envergonhar, afastar e em alguns casos fazer com que essas pessoas adoeçam a ponto de se afastarem do convívio com os da fé e em muitos desses casos, se afastarem do convívio com Deus.

Mas o que será que levou algumas pessoas dentro desses 25% a cometerem tamanha barbárie em “nome do Senhor” como dito por alguns?

Querido, não tenho a resposta, tenho algumas teorias, mas como uma líder me falou certa feita, “teorias pessoais são fruto de semente de rebelião.”, mesmo assim as tenho. Se Lutero tinha teses (ou seja, teorias) porque eu não posso ter, porque o Deus que agia em Lutero tem que ser diferente do que age em mim?

Porém sugiro a todos aqueles que acham que não existe isso na igreja, que abuso de autoridade apenas é um nome que rebeldes que não sabem obedecer a ordens, que abuso de autoridade é nome que pessoas com raiz de rebelião em suas vidas deram para não querer admitir seus erros e sua rebelião, sugiro a esses que vêem capiroto em tudo, que leiam o livro “Feridos em nome de Deus” da escritora Marília César de Camargo.

“Quando a fé se deixa manipular, pessoas viram presas fáceis de toda sorte de abuso. A confiança autêntica e sincera em Deus é gradualmente substituída pela submissão acrítica aos desmandos de lideranças despreparadas.

Carentes de acolhimento são habilmente capturados pela manipulação emocional de líderes medíocres de plantão e ambos seguem de braços dados experimentando religiosidade fútil e meritória, barganhando a todo momento com Deus.

Por ser uma religiosidade descaracterizada da adoração sincera, mais cedo ou mais tarde o castelo de cartas desmorona deixando feridas abertas pelo caminho.

É esta relação doentia que a jornalista Marília Camargo desvenda em seu primeiro livro. Uma reportagem que avança pelos meandros da igreja evangélica brasileira liderada em boa medida por pessoas embevecidas pelo próprio poder de manipular e escravizar aqueles pelos quais Cristo morreu.

Ao lidar com feridas não cicatrizadas, em seu debut literário, Marília revela a urgência de um novo tipo de liderança, não autocrática, e de um novo membro, mais confiante em Deus e menos dependente do pastor local, a fim de que o espaço da igreja seja saudável, criativo e curador.

Feridos em nome de Deus é leitura obrigatória para quem anseia por um cristianismo saudável e libertador. Uma denúncia do falso evangelho pregado por falsos cristãos; um sopro dos bons ventos da graça de Deus, que definitivamente precisa triunfar entre nós.”

Sugiro também a leitura de uma série de cartas de uma conversa que o Reverendo Caio Fábio respondeu em seu site.

Outra sugestão é esse texto sobre abuso espiritual no blog do Thiago Medanha.

Espero que esse pessoal que pratica o bullying “evangélido” possa tomar vergonha na cara, e admitam que essas atitudes fazem parte do seu ser, e que existe a possibilidade de trabalhar essas atitudes. Que essas pessoas consigam se resolver em seus conflitos, em suas mazelas, em seus conceitos e pré-conceitos.

Que essas pessoas possam entender a dimensão do amor de Cristo, e tratem as ovelhas do Seu rebanho com dignidade de seres humanos e não como números.

Que o Dono do rebanho possa estar te conduzindo por veredas de justiça.

Anúncios

Entry filed under: crítica, Cristianismo, liderança. Tags: , , , , , , , , , .

Boa música… Laranja Irritante Primeiro Episódio

6 Comentários Add your own

  • 1. Gisele  |  março 6, 2010 às 4:55 am

    Eu realmente fiquei impressionada com este post. Não sabia direito que nome dar pra esse fenômeno que, infelizmente, tenho notado que só cresce em meio aos “cristãos”. Precisamos orar e vigiar pra não permitir que o Bullying “Evangélido” continue a ocorrer em nosso meio.

    Responder
  • 2. Bullying « Paulodaltrozo blog  |  novembro 22, 2010 às 3:09 pm

    […] E ae galera, em Fevereiro de 2010 eu escrevi um post no blog sobre algo que denominei “Bullying Evangélido” se você não leu o post leia aqui. […]

    Responder
  • 3. Nercinda Claresminda Heiderich  |  dezembro 21, 2010 às 2:32 pm

    Infelizmente, quem sofre com o bulluing nas igrejas, são os mais pequeninos, no sentido mais amplo da palavra. Minha Filha adoeceu por causa da discriminação, inclusive do próprio pastor da igreja. Continuou frequentando outra, mas sentia saudades daquela que a abandonou, até que entrou em crise depressiva e nervosa e veio a falecer aos 18 anos numa clínica por overdose medicamentosa. Não creio em mudanças na igreja. Nas escolas O MP pode tomar providências, mas, na Igreja com estes fariseus,
    Só Deus. já que a liderança, que não lidera sua propria casa, é quem manda.

    Responder
  • 4. Nádia  |  maio 24, 2011 às 9:41 am

    Moro há 19 anos nunha localidade chamada Vila Progresso, e posso dizer que deste 19 anos, 15 anos me dedico a Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Em 2005, precisei ir morar em Fortaleza, lá não deixei de ser católica pratticante. Em 2009 voltei para a minha cidade e tentei voltar para a Capela, só que sentí uma certa barreira. Barreira esta que hoje virou perseguição. Estou sendo aponta, perseguida por uma senhora que, insiste em dizer que não posso fazer parte da Igreja e que devo deixá-la. Já me falou, claro, alto e em bom som, na frente de outras pessoas que deveria sair dos trabalhos desenvolvidos por mim na Capela.
    Não sei mais o que fazer.

    Responder
  • 5. claudio c de s oliv  |  dezembro 26, 2011 às 3:20 am

    eu sofro bully da parte do pastor da minha igreja,fui cortado de todos os trabalhos que me eram oltorgados,simplesmente porque o cara me odeia,gostaria de gostaria de saber se eu poderia preucurar os orgaos publicos avendo testemunhas,pois pelo que vejo isso so vai parar quando esses que se acham donos das igrejas forem indiciados nos orgaos publicos.ESPERO QUE M ESCLARESAM

    Responder
  • 6. MARCOS NOGUEIRA  |  setembro 30, 2012 às 12:21 pm

    Bom devemos separar as coisas. uma coisa é a visão de pequenos grupos (células) que é bíblico e outra coisa é a preparação de um líder, pois Jesus nos chamou para fazermos díscipulos, não segundo o nosso conhecimento, mas segundo a sua palavra.
    Infelizmente muitos líderes tem sido o dono da Igreja, a honra e a glória é para ele, e quem não compartilha e mandado para fora, trazendo danos psicológicos , físicos e espirituais a estas pessoas..
    VIVER EM PEQUENOS GRUPOS É UMA BENÇÃO, A IGREJA PERSEGUIDA EM TODO MUNDO SE REÚNE ASSIM. ” CADA CRENTE UM MINISTRO, CADA CASA UMA IGREJA” E A IGREJA DE DUAS ASAS: GRUPO GRANDE(TEMPLO) E GRUPO PEQUENO(CASA).

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Põe teu e-mail ai cara, vou te mandar um e-mail de volta e sempre que eu escrever algo novo se vai ficar sabendo primeiro que os outros... hehehe

Junte-se a 9 outros seguidores

Calendário

fevereiro 2010
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Feeds

RSS Ocasional

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Visitas

  • 122,251 Abençoados que visitaram o blog

Meus updates no twitter

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: